Biografia

RETRATO DE UMA PIANISTA

A pianista Helena Rocha v. Oertzen nasceu no Porto (Portugal). Ela terminou seus estudos com a Prof. Helena de Sá e Costa no Conservatório de Música do Porto com a melhor qualificação.
Já durante os seus estudos, ganhou o 1º prémio na competição Calouste Gulbenkian.

Como bolsista do Serviço Alemão de Intercâmbio Académico, ela continuou seus estudos na Universidade Estadual de Música e Artes Cênicas em Hamburgo com o Prof. Conrad Hansen. Também aqui ela passou no exame de concerto com distinção. Isto foi seguido por tournée e master classes com importantes pianistas como Karl Engel, Nadie Boulanger, Yvonne Léfèbure, Hans Leygraff e Yara Bernette.

Era assistente na época com o conhecido pianista Luiz Moura e Castro e Helena de Sá e Costa durante as suas lendárias master classes com Albert  Schweizer em Günsbach na Alsácia. Imediatamente após a nomeação do Senado da Cidade Hanseática de Hamburgo como professor titular com o título (Prof.) para leccionar piano na “Classe de Piano” na mesma faculdade de música e artes cênicas em Hamburgo.

A partir daí, além da actividade de ensino, deu inúmeras tournées na Alemanha e estrangeiro p.ex. Itália, França, Portugal, Grécia, Suíça, Alemanha e Ásia. Suas apresentações ainda são diversas.

Também em termos de música de câmara e acompanhamento musical, a artista ainda é bem sucedida. Numerosos concertos com orquestras de renome.

 

Aos meus queridos colegas e estudantes, gostaria de recomendar “o livro do Prof. Elgin Roth”:
“A DESCOBERTA DA SIMPLICIDADE” (Forum Musikpädagogik) – Volume 61
Este trabalho foi um bloco de construção decisivo para mim. Com Elgin Roth aprendi o instrumento – “deixar cantar o piano com os dedos” –

State University of Music and Performing Arts in Hamburg
Audimax (University of Hamburg)

Fotografias

RETRATO DE UMA PIANISTA

ALBERT SCHWEITZER
Leben, Werk und Denken
(1905-1965)

Um resumo da minha vida musical encontra-se neste poema de Franz Schubert op.88-4:

À MÚSICA DE FRANZ SCHUBERT op.88-4

Você traz arte, em quantas horas de cinza
Onde o círculo selvagem da vida me perturba,
Você inflamou meu coração para aquecer o amor?
Você me escapou em um mundo melhor!
do poeta Franz Schober

Boa arte, obrigado!