Helena Rocha v. Oertzen

"Retrato de uma Pianista"

Dr. Peter Koj

Uma vida para a música

A pianista que, desta vez, temos o grande prazer de vos apresentar, é uma figura de destaque nas relações biculturais luso-hanseáticas e, ainda por cima, e muito convenientemente, é verdadeira "tripeira". Pois é, Helena Rocha nasceu mesmo no Porto, filha dum casal muito aberto à cultura.

 

 A pequena Helena viveu uma infância muito abrigada e sossegada no velho centro da Cidade Invicta, mais exatamente na Rua dos Bragas, perto da antiga Faculdade de Engenharia. E desde pequenina, descobriu a sua paixão pela música. Com 5 anos, começou a tocar piano, aprendendo com a madrinha da Mãe. Mais tarde ingressou no prestigiado liceu Carolina Michaelis. Mas enquanto as outras colegas gozavam do seu tempo livre para brincarem ou se divertirem, a jovem Helena frequentava aulas de piano no Conservatório onde estava inscrita como aluna do Curso Superior na classe da Pianista Prof. Helena Costa. E como isso não bastasse, ainda assistia a aulas de Alemão e de Inglês, respetivamente no Institutode Goethe e no Instituto Britânico, onde passou o "Lower Certificate".

 

 

 

 


Abriu-se um mundo para ela

Podia ter-se radicado no Reino Unido, mas as sortes decidiram, por nossa sorte, duma maneira diferente. Depois de ter acabado o Curso Superior do Conservatório, a nossa jovem artista apresentou-se a público com a Orquestra Sinfónica dirigida pelo Maestro Haydn Beck no emblemático Teatro Rivoli (um dos poucos edifícios renovados a tempo no Porto 2001). No público entusiasmado, encontrava-se o Embaixador alemão. Depois do concerto, felicitou Helena Rocha e sugeriu que continuasse os seus estudos na Alemanha. E assim aconteceu…

 

 

 

 

 

 


Cátedra em Hamburgo

 

A jovem Pianista ganhou uma bolsa de estudo do DAAD (Deutscher Akademischer Austauschdienst). E - seguindo a sugestão de sua Professora Helena Costa, grande amiga e colega do famoso Pianista Edwin Fischer - cujo assistente Prof. Conrad Hansen, nessa altura,era Professor na Faculdade de Hamburgo, rumou então para a cidade franca e hanseática, onde frequentou a sua classe.

 

 

 

Isso foi em 1968 e desde aí tem superado, grande lutadora que é, os vários obstáculos que encontrou no seu caminho, antes de mais nada as intempéries do clima hamburguês. Foi Professora catedrática na Faculdade de Hamburgo, venerada e amada pelos seus alunos. Desde 1983 morava em Elmshorn, perto de Hamburgo e sempre que a sua agenda permitia, dava-nos o prazer da sua presença. E quem a conhece melhor, vai concordar que a Helena Rocha von Oertzen, apesar de ser uma grande lutadora e uma conceituada Pianista, é uma pessoa meiga e muito simpática.

 

 

 

___________________

Este artigo do Peter Koj foi publicado na edição Nº. 13/2001 da "Portugal-Post" - a revista da "Associação Luso-Hanseática" em Hamburgo.



Regresso a Portugal

Em 2007 Helena Rocha v. Oertzen voltou para Portugal com seu marido Claus. Mas evidentemente, viagens regulares para a cidade hanseática Hamburgo ainda são parte da vida deles. Hoje Helena Rocha v. Oertzen continua em atividade como Pianista e Professora. Aproveita a vida agradável em sua casa na periferia ocidental de Lisboa, beneficiada de um clima mediterrâneo da sua terra maravilhosa.

 

Se quiser conhecer a arte de Helena Rocha von Oertzen, pode fazê-lo através do CD 9.412147, onde, além de duas peças de Brahms e van Beethoven, há uma excelente interpretação duma sonata do compositor português contemporâneo Filipe Pires, e do CD 9.806207.

Os CDs são distribuídos pela "nomos" em Buxtehude (Hauptstr.5, Tel.04161-71500, Fax.89998) encomendas pela internet: www.nomos-classics.de .

 

Uma vista geral: Diskographie.